Consultor imobiliário ou corretor de imóveis?

    Você sabe a diferença entre o corretor de imóveis e o consultor imobiliário? Saiba, a importância de ser um corretor de imóveis credenciado.

    Chaves na MãoPor : Chaves na Mão3 anos atrás

    Consultor imobiliário: Saiba, também, a importância de ser um corretor de imóveis credenciado.

    Você sabe a diferença entre o corretor de imóveis e o consultor imobiliário?

    Os dois termos são, normalmente, utilizados para designar uma mesma função, porém existem algumas diferenças básicas. Entenda:

    O corretor de imóveis domina as técnicas e as etapas de uma transação imobiliária.

    Além disso, é o profissional responsável por acompanhar o mercado imobiliário e econômico, prospectar imóveis e possíveis compradores, conhecer e apresentar o imóvel aos interessados e facilitar o relacionamento entre o comprador e o vendedor, de forma que os dois saiam satisfeitos do negócio.

    É o corretor que acompanha as visitas aos imóveis, faz as avaliações e os registros, além de lidar com toda a parte burocrática do negócio, responsável pelas escrituras, as certidões e os contratos.

    Corretor de imóveis e consultor imobiliário: entenda as diferenças

    Agora, no caso do consultor imobiliário, a responsabilidade está atrelada à parte de pesquisa e análise, sendo capaz de produzir estimativas sobre o mercado de imóveis.

    Este profissional tem o poder de dizer se o momento é propício ou não para as vendas de imóveis ou até se é aconselhado comprar um apartamento no tempo escolhido, por exemplo.

    O consultor imobiliário precisa ter uma visão focada e abrangente do mercado.

    Ou seja, por contar com estas capacidades, é o consultor imobiliário quem  presta consultoria aos corretores, às imobiliárias e às construtoras.

    Sabendo de suas respectivas funções, o cenário na prática é alterado. Os profissionais têm a visão de que o termo “consultor imobiliário” é de um profissional muito superior e acabam correlacionando este profissional como corretor.

    Mesmo sabendo destas definições, alguns profissionais do mercado distinguem os corretores como aqueles que possuem CRECI (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis) e consultor como alguém que ainda está estudando para ser um corretor e garantir o título.

    Mas é importante saber que o corretor não é responsável apenas por concretizar negócios.

    É preciso entender que o profissional é quem entende exatamente o seu cliente e sabe as suas necessidades, assim como sobre o vendedor e quais as vantagens que ele pode oferecer.

    Para estar sempre por dentro de termos e das novidades é preciso sair da zona de conforto e estudar!

    Não ter preguiça de saber sobre o mercado imobiliário para estar sempre atualizado e atender melhor às necessidades dos seus clientes.

    Qual a importância de ser um corretor de imóveis credenciado?

    O responsável pela fiscalização do exercício da profissão de Corretor de Imóveis no Paraná é o Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Paraná (Creci-PR).

    Há alguns anos, quando a fiscalização não era realizada, a profissão  contava com um número maior da prática do exercício ilegal. No início da fiscalização, foram autuadas 326 pessoas por irregularidades na atuação.

    No período em que não existia a fiscalização do trabalho, muitas pessoas alegavam ter sido enganadas por falsos Corretores de Imóveis.

    Com o objetivo de proteger a sociedade e preservar os seus direitos e a qualidade dos serviços prestados, o Creci-PR identificou inúmeras irregularidades no mercado, que iam desde a locação do imóvel sem a ciência dos proprietários, até imóveis sem vistoria ou casos em que os vendedores anunciavam os imóveis, garantiam o dinheiro da venda e desapareciam, sem entregar o imóvel, causando grandes prejuízos aos compradores e os profissionais que trabalham de acordo com a lei estabelecida.

    Desde o início, o Creci-PR foi rigoroso com esses falsos profissionais, que além de não serem capacitados para exercer a profissão de Corretor de Imóveis, são maldosos ao usarem a situação para se beneficiar e fazer com que outras pessoas saiam no prejuízo.

    O objetivo do credenciamento no Creci-PR é ter a segurança de que todos os corretores vinculados sabem das exigências e responsabilidades que devem conduzir a profissão.

    Além disso, é necessário contar com o  número do Creci em todas as veiculações, Cartão de Regularidade do Conselho Federal de Corretores de Imóveis (Cofeci) e autorizações de venda e/ou locação.

    É de suma importância que as transações imobiliárias sejam feitas através de empresa imobiliária especializada ou em escritórios de Corretor de Imóveis devidamente credenciados pelo órgão.

    Corretor de imóveis e consultor imobiliário: entenda as diferenças

    Precisa adquirir o credenciamento no Creci? Saiba quais são os requisitos, além dos riscos de não ter o credenciamento no órgão.

    Requisitos

    Para ter a carreira profissional de corretor imobiliário, o profissional deve ser maior de 18 anos, ter concluido o ensino médio, comprovar a conclusão do curso Técnico de Transações Imobiliárias (TTI) ou superior de Gestão em Negócios Imobiliários.

    A partir destes pré-requisitos, a pessoa terá direito de inscrever-se no Creci-PR para estar habilitada à exercer a profissão de Corretor de Imóveis.

    Com a inscrição no Creci-PR, o Corretor de Imóveis receberá uma identidade e uma carteira profissional emitida pelo órgão.

    Riscos

    Ao contar com os serviços de um profissional não credenciado, o comprador corre o risco de ter problemas na documentação por conta do despreparo do profissional ou de má fé.

    Além disso, os prejuízos financeiros não ficam de fora.

    Em qualquer situação de irregularidade, o “falso corretor” não tem responsabilidade jurídica alguma em relação ao negócio.

    O erro cairá sobre o comprador que não exigiu a credencial do corretor e/ou da imobiliária. A única providência que a vítima poderá tomar é denunciá-lo(s) ao Creci-PR.

    Confira em nosso site as melhores ofertas de imóveis à venda.