Condomínios Clube são tendência crescente em todo o Brasil!

    Condomínios Clube são tendência crescente em todo o Brasil Poder praticar esportes, relaxar, receber amigos, tudo isso sem precisar sair de casa.

    Chaves na MãoPor : Chaves na Mão6 anos atrás

    Poder praticar esportes, relaxar, receber amigos, tudo isso sem precisar sair de casa.

    É o que os chamados condomínios clube proporcionam aos seus moradores.

    Esse modelo de moradia veio de metrópoles como São Paulo e Rio de Janeiro, onde é difícil trafegar, e vem tendo boa aceitação em Curitiba, apesar de algumas limitações, como a falta de terrenos que suportem esse tipo de empreendimento.

    A PDG, uma das principais construtoras e incorporadoras do país, tem ao todo 19 empreendimentos em Curitiba, sendo três deles no conceito condomínios clube.

    Segundo o Gerente Regional da PDG, Felipe Sebben, “logo que esse conceito chegou a Curitiba, teve uma grande procura e aceitação, o que pode ser constatado pelo baixíssimo estoque que estes produtos têm hoje.

    Entretanto, por necessitar de áreas maiores para sua implantação, a oferta de bons terrenos baixou, fazendo com que diminuísse o volume de lançamentos deste tipo de produto” afirmou.

    Além das áreas comuns tradicionais, o que diferencia os condomínios clube é a quantidade de itens de lazer e o tamanho da área útil disponibilizada aos moradores.

    Por exemplo, o Reserva Ecoville, da PDG, conta com bosque privativo com casa na árvore e pista de cooper,  sala de cinema para mais de 80 pessoas, churrasqueiras interna e externa, quadra esportiva, espaço musical para bandas, spa com ofurô e saunas seca e úmida, entre outros itens de uso comum dos proprietários.

    “É preciso agradar a todos os públicos, desde crianças, adolescentes, casais jovens até a terceira idade”, completou Sebben.

    Localização e preço ainda são prioridade

    A existência dos equipamentos de lazer parece compor um argumento irresistível no momento da compra, mas segundo especialistas do mercado, o comprador curitibano ainda parece não estar disposto a abrir mão de um quesito: a localização.

    “Normalmente, as pessoas buscam imóveis com base em dois fatores: localização e preço. Claro que eventualmente um condomínio clube pode ter diferenciais, mas acredito que não seja o fator determinante da compra”, afirmou Andrea Baggio, Diretora da Baggio Imóveis e Coordenadora de Marketing da Rede Imóveis, que reúne 13 das principais imobiliárias da capital paranaense.

    Vantagens e desvantagens

    As principais vantagens dos condomínios clube são a segurança e a facilidade de acesso a todos os serviços que o condomínio oferece. “No mesmo lugar que tem sua moradia a pessoa pode usufruir destes serviços, vantagem percebida atualmente pela dificuldade de locomoção de que temos em Curitiba em razão do trânsito. Com tudo em um espaço só facilita a vida do morador e ele ganha tempo, um bem escasso hoje em dia. Outro ponto a favor pode ser a economia, pois com vários moradores o condomínio pode oferecer diversos serviços com um valor de condomínio acessível”, defendeu Andrea Baggio.

    Entre as desvantagens, a grande concentração de moradores, o que requer cordialidade e tolerância para conviver em um espaço coletivo, pois os problemas de vizinhança aumentam com mais pessoas residindo no mesmo local.

    “Além disso, pode haver dificuldade em conciliar interesses nas reuniões de condomínio, exigindo que o morador seja acessível e saiba dividir e respeitar o espaço alheio” apontou a diretora. “Outra característica que pode ser considerada desvantajosa é que nos condomínios clube a área útil diminui proporcionalmente à área total, ou seja, é preciso abrir mão de área privativa”, completou.

    Confira em nosso site as melhores ofertas de casas em condomínio fechado