Quais os bairros com o m2 mais caro de Curitiba

    Localização, oferta e padrão dos imóveis elevam, e muito, o preço dos apartamentos novos na capital. O Batel lidera o rankin dos mais caros. Confira aqui.

    Chaves na MãoPor : Chaves na Mão5 anos atrás

    Bairros com metro quadrado mais caro de Curitiba

    A localização de um empreendimento é apontada pelos especialistas do mercado imobiliário como um dos principais fatores que influenciam o valor final de um imóvel. No caso dos apartamentos novos, itens como o padrão do projeto e a oferta de unidades também ajudam a elevar o preço do metro quadrado em bairros como o Batel – o mais caro de Curitiba – para índices bastante superiores à média praticada na capital.

    Em março de 2015, o valor do metro quadrado novo privativo no bairro Batel – um dos bairros mais cobiçados da capital –, em Curitiba, custava R$ 9,6 mil, 54,8% a mais do que o preço médio de R$ 6,2 mil para a cidade. Os dados são da pesquisa mensal realizada pela Ademi-PR – Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná.

    Para Felipe Sebben, gerente regional da PDG em Curitiba, a relação oferta x procura é uma das justificativas para o preço mais alto. “É muito difícil de se encontrar no Batel terrenos com valores que viabilizem o empreendimento. Os produtos ofertados ali vendem bem e rápido para um público de nicho”, explica.

    Com metro quadrado privativo comercializado a R$ 8,6 mil no mesmo mês, o Campina do Siqueira estava na segunda posição entre os endereços mais caros da capital, à frente, inclusive, do vizinho Ecoville. O bairro também foi o único que conseguiu manter a valorização do preço, de 4,6%, acima da inflação de 3,83% acumulada no primeiro trimestre deste ano, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

    Segundo Fábio Tadeu Araújo, diretor de pesquisa de mercado da Ademi-PR, o lançamento do empreendimento de luxo Mai Home no ano passado foi um dos responsáveis por puxar para cima a média de preço na região.

    Veja quais são os outros endereços que compõem o ranking dos cinco bairros com metro quadrado privativo novo mais caro da capital.

    O Batel é o líder entre os bairros mais caros de Curitiba, com o metro quadrado novo sendo comercializado a R$9,6 mil em março.

    Na segunda posição, o bairro Campina do Siqueira possui o metro quadrado privativo por R$8,6 mil.

    O Ecoville – ou Mossunguê – é o terceiro bairro mais caro de Curitiba. Nele o metro quadrado custava R$7,7 mil em março.

    O Champagnat, ou Bigorrilho, é o quarto bairro da lista com o metro quadrado mais caro, custando R$7,6 mil.

    E, fechando o ranking dos bairros mais caros de Curitiba, o Bairro São Francisco possui o metro quadrado privativo a R$7 mil.

    Confira em nosso site as melhores ofertas de imóveis Curitiba.