Arquitetura em Curitiba: as 10 principais obras para se conhecer

    A arquitetura em Curitiba é reflexo da forte influência trazida pelos imigrantes, oriundos de diversos países, principalmente europeus.

    Chaves na MãoPor : Chaves na Mão4 anos atrás

    Arquitetura em Curitiba

    A cidade conta com uma diversidade incrível de estilos arquitetônicos, antigos e modernos, enriquecendo sua paisagem urbana e representando um patrimônio cultural muito amplo.

    A arquitetura encontrada em Curitiba é reflexo da forte influência trazida pelos imigrantes, oriundos de diversos países, principalmente europeus.

    São prédios com arquitetura eclética, neoclássica, colonial, bizantina, oriental e estilos inspirados nas terras natais dos imigrantes, que confirmam a diversidade e riqueza cultural de Curitiba.

    Confira, abaixo, uma seleção da arquitetura em Curitiba, que nós, do Portal Chaves na Mão, trouxemos para você:

    Palacete dos Leões

    O Palacete dos Leões foi construído no início do século XX, na época do ciclo da erva-mate, e foi palco de momentos históricos em Curitiba, como a hospedagem do então Presidente da República Affonso Penna, em 1906.

    Hoje é um museu mantido pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul e recebe diversas exposições culturais, como lançamento de livros e concertos musicais.

    Localizado na Av. João Gualberto, 530, no Alto da Glória, o Palacete conta, ainda, com um acervo de mais de três mil livros, e permanece aberto à visitação gratuita, de segunda a sexta das 12h30 às 18h.

    Museu Oscar Niemeyer (MON)

    O Museu Oscar Niemeyer (MON) é, sem nenhuma dúvida, um dos pontos turísticos mais famosos de Curitiba.

    Projetado pelo arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer, o MON foi inaugurado como museu em 2002, e recebe exposições de Artes Visuais, Arquitetura, Urbanismo e Design.

    Nesses 13 anos, já recebeu mais de 2 milhões de visitas. Anteriormente, o prédio localizado na Rua Marechal Hermes, 999, no Centro Cívico, teve suas obras iniciadas em 1967 e ficou pronto 21 anos depois, se tornando sede das secretarias do Estado.

    Em 2012, foi escolhido pelo guia estadunidense Flavorwire como um dos 20 museus mais bonitos do mundo, e é parada obrigatória na capital paranaense!

    Funciona de terça a domingo, das 10h às 18h, e o ingresso de entrada custa R$6.

    Casa Estrela

    Reinaugurada em junho de 2013, a Casa Estrela é considerada a única moradia do mundo inspirada no esperanto e na teosofia.

    Construída em 1930, no Campus da PUCPR na Rua Imaculada Conceição, 1155, Prado Velho, com madeira de pinho em formato de estrela, a casa, que foi residência da família Gonçalves de Castro durante 60 anos e desde a década de 90 estava abandonada, passou por sete anos de restauração.

    Após a reinauguração, a casa, que é um marco de madeira na arquitetura em Curitiba, passou a ser um museu da antiga família, com entrada gratuita, e conta, também, com um anfiteatro.

    Paço da Liberdade

    Antiga sede da Prefeitura Municipal de Curitiba, o Paço da Liberdade foi inaugurado em 1916 com traços ecléticos e desenhos arte nouveau, e reaberto em 2009, após reformas.

    Localizado na Praça Generoso Marques, no Centro de Curitiba, o Paço da Liberdade é gerido pelo SESC, funciona de terça a sexta-feira das 10h às 21h, no sábado das 10h às 18h e domingo das 11h às 17h, e realiza eventos culturais como cursos e concertos.

    O Paço da Liberdade é o único monumento do Paraná tombado pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – e sua entrada é gratuita.

    Catedral de Curitiba

    A Catedral de Curitiba, cujo nome é Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Luz, foi construída em 1893 em estilo neogótico com pinturas dos artistas italianos Carlos Garbaccio e Anacleto Garbaccio e inspirada na Catedral da Sé, em Barcelona, na Espanha.

    Localizada na Praça Tiradentes, na Rua Barão do Cerro Azul, 31, Centro, a Catedral passou por restauração e foi reaberta em 2012.

    Suas missas são gratuitas, e acontecem de segunda a sexta às 10h e 18h, e no domingo, às 8h30, 10h e 18h.

    Reitoria da Universidade Federal do Paraná

    Sede da Universidade Federal do Paraná, o prédio histórico, localizado na Praça Santos Andrade, foi inaugurado em 1915, após dois anos de construção.

    O projeto, em estilo neoclássico, foi feito pelo engenheiro militar Baeta de Faria e, desde 1915, passou por diversas reformas e ampliações.

    A obra possui mais de 17 mil metros quadrados e em 1999 foi transformado em símbolo oficial da cidade.

    Ópera de Arame

    Projetada com uma estrutura de 360 toneladas de aço modular, coberto com placas de policarbonato e 2.400 bancos de tela de arame pelo arquiteto e professor da UFPR Domingos Bongestabs, a Ópera de Arame foi inaugurada em 1992 e fica no Parque das Pedreiras, ao lado da Pedreira Paulo Leminski.

    A Ópera de Arame é um teatro com capacidade para 2.400 pessoas e conta com um palco de 480 m².

    Ao lado do teatro há um lago e quedas d’água de cerca de 10 metros. Localizada na Rua João Gava, no Pilarzinho, a Ópera de Arame permanece aberta à visitação de terça a domingo, das 8h às 20h, e sua entrada é gratuita.

    Memorial de Curitiba

    O Memorial de Curitiba, inaugurado em 1996 e projetado pelos arquitetos Fernando Popp e Valéria Bechara inspirados no pinheiro, um dos símbolos do Paraná, abriga salas de exposições, auditório para 144 pessoas e praça, em 5 mil metros.

    Localizado na Rua Claudino dos Santos, São Francisco, a construção de estilo arrojado e possui estrutura de aço e concreto com cobertura de vidro laminado, funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 18h, e sábado, domingo e feriados, das 9h às 15h, com entrada gratuita.

    Castelo do Batel

    O Castelo do Batel foi construído em 1924 pelo cafeicultor e cônsul honorário da Holanda Luís Guimarães, inspirado pelos castelos franceses da região do Loire.

    Em 1947 foi moradia de Moysés Lupion, então governador do Paraná. O pintor Miguel Bakun, considerado o Van Gogh brasileiro, pintou uma área superior a 640 m² no Salão dos Papagaios em 1950.

    O Castelo do Batel é hoje utilizado para grandes eventos em Curitiba.

    Palácio Avenida

    Utilizado como antiga sede nacional do banco HSBC (agora comprado pelo banco Bradesco) e espaço cultural com o Teatro Avenida para 250 pessoas, o Palácio Avenida é considerado um dos edifícios históricos mais importantes da arquitetura em Curitiba.

    Foi projetado pelos arquitetos Valentim Freitas, Bernardino Assumpção Oliveira e Bortolo Bergonse e erguido pelo sírio-libanês Feres Merhy em 1929.

    Conta com mais de 18 mil metros quadrados. É famoso no período natalino pelo show de corais de crianças desde 1991.

    Confira em nosso site as melhores ofertas de imóveis em Curitiba.