Saiba como realizar uma proposta para alugar um imóvel

    Neste post, você entenderá o que é uma proposta para alugar um imóvel, como fazer, qual sua importância e muito mais. Acompanhe o texto!

    Chaves na MãoPor : Chaves na Mão4 meses atrás

    Você sabia que, em algumas circunstâncias, alugar um imóvel é mais responsável financeiramente do que comprar? Seja pelo perfil expansivo e nômade dos novos adultos ou pelo fato de que nem sempre comprar é a melhor opção, a cada dia, mais consumidores optam pelo aluguel.

    Durante as pesquisas sobre o tema, você encontra o termo proposta e questiona: o que é e como posso usá-lo para obter uma negociação melhor? Se essa também é sua dúvida, você chegou ao lugar certo.

    Neste post, você entenderá o que é uma proposta para alugar um imóvel, como fazer, qual sua importância e muito mais. Acompanhe o texto!

    O que é uma proposta e qual sua importância ao alugar um imóvel?

    Primeiramente, é importante ressaltar que a proposta é um meio utilizado com frequência nas negociações entre locatário e proprietário. Pela ausência de intermédio de uma imobiliária, todo o processo de negociação é mais flexível.

    Além de servir àquilo que o nome sugere, de propor um trato, a proposta tem uma intenção de proteger, juridicamente, tanto o proprietário quanto o inquilino da má fé de uma das partes envolvidas. Isso acontece porque, no contexto da proposta, estão descritas todas as condições do negócio e as devidas referências de quem está envolvido nele.

    Dessa maneira, conclui-se que a proposta é uma espécie de carta sugestiva de um locatário, propondo ao dono do imóvel uma condição de locação.

    Quando ambas as partes se dão por satisfeitas com os termos, a proposta é assinada e autenticada em cartório, dando fé judicial ao documento.

    Assim, se o proprietário relatar alguma irregularidade, mas não estiver coerente com o assinado em proposta, o locatário tem fundamento de defesa. O mesmo acontece caso ocorra um cenário inverso. 

    Quais são as informações necessárias no preenchimento da proposta?

    Você encontrou o imóvel ideal e agora é hora de redigir a proposta. Entenda que, acima de tudo, as informações contidas no documento devem ser de fácil entendimento.

    Os olhos precisam bater na folha e imediatamente compreender:

    • quem quer alugar o quê;
    • quanto será pago;
    • quais as condições de pagamento.

    Tendo isso em mente, listamos os itens que você deve inserir na proposta e demais recomendações.

    A data

    Não é essencial que você coloque a data no início, ela também pode ser inserida no final, contanto que esteja na proposta. Inserir a data dá um contexto de objetividade, motivando o proprietário a respondê-la em tempo hábil. 

    Além disso, a data oficializa o documento ao período informado.

    O nome completo ou razão social do proprietário

    Sendo Pessoa Física ou Jurídica, encabece a proposta com o nome completo ou razão social do proprietário.

    A proposta 

    Aqui você redigirá um breve e objetivo texto, contendo a sua intenção de locação.

    Nesse trecho, você precisa declarar especificamente qual é o imóvel de seu interesse, por meio da descrição exata do endereço.

    As condições e circunstâncias

    Nesta seção, logo abaixo do trecho de proposta, você precisa estruturar a sua intenção de pagamento. Pode seguir o seguinte exemplo:

    • valor de locação mensal: R$ __,__;
    • período do contrato: __ meses;
    • início: sugira a data que você tem intenção de entrar no imóvel;
    • garantias: fiador, caução no valor de X aluguéis, título de capitalização, entre outros.

    Ainda há espaço para especificar a finalidade da locação do imóvel, tópico comum em propostas de imóveis comerciais.

    Além disso, você pode dedicar um ponto a estimar uma data limite para a resposta do proprietário.

    Finalização

    Aqui, basta que você encerre a proposta de maneira cordial, demonstrando prestatividade e dispondo de todas as suas formas de contato. Se a data não foi inserida no início, aqui é o local ideal. 

    Exemplo de proposta

    Depois de explicar o que deve conter em uma proposta, veja um exemplo que facilitará na hora que você for redigir o seu documento.

    A proposta abaixo tem como intuito mostrar que João Chaves quer alugar a casa número 739, na Rua Dr. Chaves Mão no bairro Bigorrilho em Curitiba. A proprietária é Maria Pontes.

    O anúncio aponta que Maria quer R$2.400 mensais, mas João quer barganhar um desconto e vai sugerir um valor 10% abaixo. O pagamento será feito por débito automático mensalmente, todo dia 10.

    A garantia será um caução no valor de três aluguéis antecipados. Como fica essa proposta? Veja:

    Sra. Maria Pontes,Venho por meio desta carta manifestar o meu interesse de locação para fins residenciais da sua propriedade localizada na Rua Dr. Chaves Mão, nº 739, Bigorrilho, Curitiba – PR. As condições para a concretização do negócio estão descritas abaixo. Condições e CircunstânciasValor de locação mensal: R$2.160,00 em débito automático mensalmente, dia 10.Período do contrato: 24 meses com possibilidade de renovação.Início: 10 de Março de 2018.Garantia: Depósito de caução no valor de três aluguéis (​R$ 6.480,00).Desde então, grato pela sua atenção e no aguardo de resposta.Atenciosamente, João Chaves(41) 9xxxx-xxxx e (41)xxxx-xxxxjoã[email protected]26 de Fevereiro de 2018

    Outras especificações da proposta

    Ainda é importante ressaltar alguns pontos. Se você pretende pedir um desconto, é prudente que não ultrapasse 20% do valor proposto pelo dono. Mesmo com o país em uma situação financeira delicada, dificilmente alguém locará o imóvel com tanta desvalorização. 

    E em um segundo momento, saiba que você pode especificar mais a sua proposta de acordo com suas intenções. Por exemplo, sugerir a instalação de itens como ar-condicionado, reformas ou até mesmo a retirada de móveis já existentes.

    Você também pode especificar a maneira e frequências dos reajustes, diferentes garantias. A ideia é: propor é livre e cada caso é um caso. Mas lembre-se que isso não é justificativa para abusar na barganha e gerar desavença irremediável com o locador. 

    Alugar um imóvel não é uma tarefa fácil. Exige seriedade e responsabilidade de todas as partes envolvidas para fechar um negócio que seja viável para inquilino e locatário.

    Curtiu esse post sobre a locação de imóveis mas está pensando em comprar um? Então acesse o post sobre consórcio imobiliário na compra do primeiro imóvel e conheça uma das modalidades mais viáveis para conquistar esse objetivo!

    Encontre o imóvel ideal para comprar ou alugar com várias ofertas.