Acerte na escolha da sua primeira moto com essas dicas incríveis

    A escolha da primeira moto é imersa em emoção e alegria. Afinal de contas, esse veículo costuma representar um passe livre para a autonomia e independência.

    Chaves na MãoPor : Chaves na Mão3 horas atrás

    Normalmente, a escolha da primeira moto é imersa em emoção e alegria. Afinal de contas, esse veículo costuma representar um passe livre para a autonomia e independência. Apesar disso, essa decisão precisa ser levada a sério, considerando as principais qualidades das motos para iniciantes.

    Como você perceberá nesta leitura, essa compra não pode ser feita de maneira precipitada, já que existem inúmeros fatores importantes na familiarização do condutor com sua máquina. Para tanto, elaboramos este artigo com todos esses critérios, incluindo recomendações comos melhores modelos para os novatos. Acompanhe para saber mais!

    Os principais critérios na escolha de motos para iniciantes

    A euforia da primeira moto é compreensível, principalmente entre os jovens recém-habilitados. No entanto, como iniciante, é fundamental que se abandone esse entusiasmo, realizando uma escolha consciente, para além da estética e da potência.

    Por isso que, mesmo sendo um entusiasta dos GP de Motovelocidade, recomendamos que você comece por baixo, optando por modelos mais acessíveis e, por consequência, mais fáceis de lidar. Agora, vamos aos critérios!

    Peso

    Esse é um fator determinante, pois está diretamente relacionado com a dirigibilidade, uma vez que os modelos mais pesados exigem maior perícia e coordenação motora de seus proprietários. Portanto, as motos leves acabam sendo mais maleáveis.

    Além disso, esses modelos ainda auxiliam o motorista iniciante a desenvolver familiaridade na condução, melhorando suas habilidades de equilíbrio e inclinação. Agora, confira alguns exemplos consagrados no mercado nacional, sobretudo nesse critério:

    Cilindradas

    Essa grandeza mecânica corresponde à dimensão do cofre do motor e, assim, nos transmite uma estimativa sobre o desempenho da moto. Por isso, frisamos que as melhores opções para iniciantes são aquelas de cilindradas modestas, que proporcionam uma condução dócil e sem exageros. Veja alguns exemplos:

    • Honda Biz 110i, com 109,1 cc, desempenhando 8,3 cv de potência e 0,89 kgf.m de torque;
    • Honda Biz 125i, com 124,9 cc, desempenhando 9,2 cv e 1,04 kgf.m.

    Consumo

    A moto é uma alternativa muito acessível e eficiente, sobretudo quando comparada aos automóveis. Sendo assim, a economia é um fator fundamental não somente para os iniciantes, mas também para a grande maioria do público consumidor das “duas rodas”.

    Por isso, nossas recomendações destacam os modelos mais econômicos do mercado e que, não por coincidência, também são as mais leves e dóceis. Confira:

    Mecânica

    Para boa parte dos condutores iniciantes, existe um obstáculo a ser superado durante a autoescola: a troca de marchas. Ainda assim, esse é um problema que pode ser evitado com a aquisição de uma moto com transmissão automática, a exemplo dessas famosas scooters:

    Conveniências

    Uma grande porção dos motociclistas é formada por jovens estudantes. Por essa razão, as montadoras perceberam a importância de incluir itens e dispositivos úteis ao cotidiano desses usuários. Novamente, o segmento das scooters conquista pela funcionalidade, com modelos como:

    • Honda PCX eHonda SH 150i, equipadas com a partida sem chave Smart Key, tomada 12v para carregamento de celular e o sistema Idling Stop, que desliga o motor durante períodos de ociosidade.

    Manutenção

    Motos para iniciantes devem ser simples! Esse é um fato inevitável se você não quer ter dores de cabeça. Perceba que, em certos casos, os modelos mais robustos e sofisticados também serão proporcionalmente mais complicados e caros em seus procedimentos de manutenção.

    Para evitar esse estresse, basta confiar em um modelo sólido e reconhecido no mercado, inclusive pelo segmento das oficinas mecânicas. Motos populares, tais como Biz e CG da Honda, ou até mesmo Neo e Factor da Yamaha são garantias de confiabilidade mecânica no momento da revisão.

    Utilização

    Já aqui, o critério é referente ao perfil do usuário. Afinal de contas, nem todos os iniciantes são jovens estudantes ou profissionais, existindo uma fatia do público que acessa esse universo como um hobbie. Por isso, entendemos que para encontrar a moto ideal se deve considerar:

    • os percursos, sendo pavimentados, irregulares, rurais ou afins;
    • a necessidade profissional, pessoal ou eventual;
    • a frequência de utilização.

    Quando você definir todos esses pontos, aí estará pronto para escolher a moto ideal, que priorize conforto, economia, autonomia, capacidade de carga ou qualquer outro critério mais adequado à sua circunstância.

    Preço

    Um fator inevitável, não é mesmo? Mas aqui não podemos definir uma meta de preço ideal aos iniciantes, já que o orçamento disponível pode variar muito entre o público consumidor. Entretanto, vale a dica: quanto mais cara e sofisticada a moto, maiores serão os custos de posse, relacionados ao seguro, manutenção, impostos e afins.

    Apesar disso, listamos os valores iniciais de cada um dos modelos listados neste conteúdo. Confira:

    • Honda Pop 110i a R$ 5.790;
    • Honda Biz 110i a R$ 7.828;
    • Honda Elite 125 a R$ 8.250;
    • Yamaha Neo 125 UBS a R$ 8.390;
    • Honda Biz 125i a R$ 9.686;
    • Honda SH 150i a R$ 12.700;
    • Honda PCX 150 a R$ 12.990.

    As principais dicas de segurança para iniciantes

    Como não poderia faltar em um artigo destinado aos novos condutores, elencamosdicas valiosas para que você não passe sufoco, evitando danificar a moto e prejudicar a sua saúde. Apesar de boa parte desses conselhos soarem óbvios, infelizmente, uma parcela de “habilitados” parece não os respeitar, atentando contra a segurança de todos nas estradas.

    Portanto, seja diferenciado e lembre-se de:

    • escolher a moto adequada à sua experiência;
    • utilizar todos os equipamentos de segurança, como capacetes, luvas e jaquetas protetoras;
    • respeitar a legislação de trânsito, obedecendo aos limites de velocidade nas vias;
    • sinalizar o seu deslocamento, utilizando os piscas;
    • atender a todas as manutenções e revisões periódicas, garantindo o pleno funcionamento do seu veículo.

    Sendo assim, para os iniciantes, podemos resumir que as melhores motos sempre serão as mais leves, econômicas, funcionais e práticas. Seguindo a mesma lógica, esses modelos também serão menos potentes, complexos e agressivos.

    Gostou desse artigo elencando as principais características das motos para iniciantes? Lembrou-se de outros fatores importantes aos novos proprietários? Então divida a sua opinião conosco e deixe o seu comentário abaixo!

    Confira as melhores ofertas de carros e motos, novos e usados!