6 dicas para escolher os móveis para sua lavanderia ficar prática e bonita

    Há armários simples, mas os multifuncionais podem ser melhores para otimizar áreas de lavanderia. Veja os segredos de design dessas peças.

    Chaves na MãoPor : Chaves na Mão3 horas atrás

    Sua lavanderia não é apenas uma área de serviços. Já percebeu como esse ambiente das residências atende hoje muito mais atividades?  

    Ele pode ser também uma mini área de depósito, despensa e até mesmo atelier. Mas em meio a tudo isso, pode acontecer dos objetos ficarem espalhados no local, comprometendo toda a rotina de limpeza e manutenção da casa.

    Exatamente. A situação da organização da lavanderia pode afetar até mesmo a arrumação de o restante do imóvel onde ela se encontra.  

    O jeito de impedir isso seria uma rotina regrada de arrumação desse ambiente, assim como a instalação de bons armários multifuncionais no cômodo. Isso deve garantir que diferentes objetos levados para serem guardados nesse setor da casa possam “sumir da vista” e serem também preservados.

    Também não podemos nos esquecer de que, independente da estrutura de design local, muita coisa será resolvida na lavanderia – da lavagem de roupa a banho de animais.  

    Agora, imagine fazer tudo isso num espaço apertado, repleto de aparelhos e móveis na maior parte feitos de madeira e poderiam ficar facilmente com a qualidade comprometida.

    Lembrando que o visual da lavanderia também importa, pois ela faz parte de um conjunto – e ainda o setor pode estar integrado à cozinha ou outro ambiente da casa. Pensando nisso,   separamos algumas boas dicas de arquitetura e design para você. Confira no texto a seguir. 

    Natália Salla

    1 – Armários aéreos ou encostados no chão?

    Se você fizer uma busca intensa nas lojas de móveis agora mesmo encontrará vários modelos lindos de armários multifuncionais, muitos deles exatamente nas medidas que precisava. 

    Contudo, muitos deles apresentam uma sustentação onde as placas de madeira vão até o piso, com uma moldura de acabamento. Mesmo apresentando boa qualidade de acabamento, isso não impedirá que as partes trabalhem com a umidade.

    Essa deterioração é inevitável quando à exposição à água é demais. Uma boa solução é instalar os módulos elevados do chão. 

    Cuide para escolher peças com apoio de metal antioxidante ou plástico bastante resistente, que não marque o chão e ainda resista às cargas de objetos que serão colocados nos armários. Outra opção são os nichos com suportes para a instalação direta em paredes – elevados do chão cerca de 15 cm.

    Bibiana Menegaz Arquitetura de Atmosfera |
    A.M Studio Arquitetura

    2 – Textura neutra ou acabamento de madeira natural?

    A maioria dos módulos de armários mais simples vendidos nas lojas são em acabamento na cor branco. Por quê? Você sabe? 

    Bem, é porque, como os próprios termos ‘multifuncional’ ou ‘multiuso’ explicam, essas peças poderiam servir para a montagem de vários tipos de decoração e de ambientes, sem fim específico. Mas decorações de lavandaria mais bem elaboradas devem contar com soluções personalizadas.

    Quando você tem a possibilidade de optar pela tecnologia dos armários sob medida para casa, pode escolher entre mais opções de acabamentos. 

    E isso é muito positivo, pensando que não se pode considerar as mesmas alternativas para quartos e salas para cozinhas, banheiros e lavanderias – seria um erro bem grave. O mais correto é trabalhar com marcenaria com um acabamento resinado resistente a riscos e à água, como o ‘BP’.

    Os móveis em cor branco passam uma boa ideia de que o ambiente de lavanderia está bem higienizado. Contudo, em contrapartida, quanto mais claras – além de lisas e opacas – forem as placas externas desses móveis, mais poderão deixar evidentes sinais de respingos e marcas de esbarros feitos com outros objetos. Já a textura de madeira mais próxima do natural torna o cenário mais neutro, chamando menos atenção para essas questões.

    Aurora Interiores

    3 – Puxadores comuns, embutidos ou entalhados na madeira?

    Tenha em mente que, entre uma atividade e outra desempenhada na lavanderia, você deve abrir e fechar várias vezes as portas dos armários do ambiente. 

    Sua mão poderá estar molhada ou suja, e isso pode comprometer a limpeza e qualidade dos puxadores desses módulos. Diferente do que se sugere para outros ambientes da casa, nesse caso, não é indicado o uso de puxadores esculpidos na própria marcenaria. 

    Outro tipo de puxador que preferencialmente precisa ser descartado da sua lista são os puxadores de plástico, pois podem ter sua pintura corroída pelos agentes químicos. 

    Os puxadores comuns de metal são uma boa ideia, desde que apresentem uma pintura anticorrosiva. Mas mesmo estes podem acumular muita sujeira – principalmente se a lavanderia for integrada com a cozinha. 

    A melhor solução então seriam os modelos de puxadores embutidos. Eles são muito bonitos, com visual moderno, e apresentam uma vantagem que vai além da estética. 

    Acontece que os designers e arquitetos de interiores gostam de indicar essas peças para marcenarias de ambientes pequenos por conta da otimização de espaço. É que sem essas saliências, pode-se destinar mais áreas para a circulação no local.

    Cosentino | Viva Decora MeyerCortez Arquitetura & Design

    4 – Portas fechadas ou ripados vazados?”

    Nos projetos de lavanderia, é comum vermos alguns nichos de armários com portas vazadas em um sistema ripado de madeira. Há um motivo para isso. 

    É que, geralmente, os aparelhos de aquecimento de água – que alimentam cozinhas e banheiros – são instalados nas lavanderias, ponto de entrada da canalização de gás nas unidades de habitação. É justamente esse aparelho que pode fazer água e gás, por isso a necessidade dos rasgos.

    Atenção: é essencial para a segurança garantir essa boa ventilação dos aparelhos de aquecedor. Os mesmos devem ser instalados a mais de 40 cm de distância da janela da lavanderia – isso para evitar o retorno dos ventos que acabam prejudicando o equipamento. Se o projeto de decoração for bem elaborado, a presença desse módulo vazado em meio a outros modelos de armários multifuncionais deve passar despercebido.

    Andrea Petini | Oliva Arquitetura

    5- Portas de correr ou de bater?

    A resposta para essa pergunta, em parte, faz relação com o mesmo pensamento atribuído à escolha de puxadores. 

    Portas de correr podem ser uma boa solução para ambientes mais compactos, considerando que podemos, nesse caso, aproximar elementos sem impedir o bom aproveitamento de cada cantinho do ambiente. E sabemos que isso é algo que faz toda a diferença em um cômodo como de uma lavanderia.

    Agora, essa decisão não é necessariamente definitiva. Na verdade, ela requer uma reflexão por parte do projetista. Por quê? 

    Bem, porque móveis com portas de correr requerem mais profundidade para o carrinho das portas – o que pode representar um problema de layout. E, por outro lado, as portas de correr podem oferecer uma abertura frontal mais ampla, permitindo a colocação e retirada de objetos maiores dos armários – como aspiradores.

    Viva Decora

    6 – Nichos de mesmo tamanho ou tamanhos diferentes?

    Citamos no início deste texto que as lavanderias podem, dependendo da necessidade dos moradores, servir de depósito ou algo assim. 

    O que acontece é que esse ambiente precisa ser preparado para receber muitos tipos de objetos – por exemplo, malas de viagens, equipamentos esportivos, baldes e vassouras, e muito mais. Por isso, quanto mais opções diferentes de nichos e gavetas – com alturas e profundidades variadas -, melhor.

    Cosentino | Iara Kilaris

    Responda a essas 6 perguntas e crie seu projeto de lavanderia, vai ficar do jeito que você sempre sonhou!Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.