Volkswagen do Brasil: fraude em motores a diesel

    A Volkswagen do Brasil foi condenada a pagar cerca de R$ 1 bilhão aos 17 mil proprietários da Amarok. Ela afirma que vai recorrer da decisão!

    Chaves na MãoPor : Chaves na Mão1 ano atrás

    A Volkswagen do Brasil foi condenada

    A Volkswagen foi condenada a pagar cerca de R$ 1 bilhão aos 17 mil proprietários da Amarok.

    A Volkswagen do Brasil ainda está sofrendo às consequências por conta da fraude nos motores a diesel.

    O novo episódio condena a montadora a desembolsar cerca de R$ 1 bilhão a serem pagos aos 17 mil proprietários da Amarok, que foram adulteradas com um software capaz de modificar os resultados de testes.

    A Volkswagen afirmou que irá recorrer da decisão do juiz Alexandre Carvalho Mesquita, da 1ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

    Foto: divulgação

    Cada consumidor poderá receber até R$ 64 mil, devido aos danos materiais e por danos morais.

    Além disso, o Fundo Nacional de Defesa do Consumidor pode receber até R$ 1 milhão para “indenizar a sociedade brasileira a título de dano moral coletivo de caráter pedagógico e punitivo por conta da fraude coletiva causada no mercado de veículos automotores nacional”, diz o juiz.

    Mesquita ainda afirma que “o valor dos veículos com esse software diminui além do normal, uma vez que, devido à velocidade das informações, todos que forem procurar um veículo Amarok para comprar, irão oferecer um valor muito inferior ao normal, em decorrência dessa fraude amplamente difundida pela mídia”.

    A Volkswagen do Brasil ainda defende que os dispositivos foram instalados, mas não estavam ativos.

    O juiz comenta: “Não haveria propósito, portanto, de uma empresa colocar esse tipo de dispositivo sem a intenção de ativá-lo. Se não foi ativado, foi por forças alheias à sua vontade e isso não descaracteriza o ato ilícito da ré, que merece total repúdio” e conclui que “as provas pretendidas pela Volkswagen são meramente protelatórias e não merecem acolhimento”.

    Entenda mais sobre o caso de fraude de motores diesel, aqui!

    Deixe um comentário no post e conte para nós a sua opinião!