Lavanderias coletivas: economia de água garantida em condomínios

    Empreendimentos residenciais têm adotado, além das estruturas de lazer comuns, lavanderias coletivas, reduzindo o consumo de água e energia do condomínio.

    Chaves na MãoPor : Chaves na Mão5 anos atrás

    Não é segredo pra ninguém que máquinas de lavar roupas são uma das principais consumidoras de água em nossas casas. E é pensando nisso que os novos empreendimentos residenciais têm adotado, além das grandes estruturas de lazer comuns, lavanderias coletivas, algo bem comum em outros países e que vem ganhando cada vez mais destaque nos empreendimentos brasileiros, reduzindo o consumo de água e energia do condomínio.

    O gasto mensal com lavagem de roupa doméstica em um condomínio de 150 unidades pode chegar até 1.440 litros de água para cada apartamento, totalizando 216 mil litros para todo o condomínio. Nessas mesmas condições, com um sistema de lavanderias coletivas, esse consumo cai em cerca de 60% por apartamento, o que significa que, considerando uma adesão de 100% dos moradores, o condomínio inteiro  reduz o consumo mensal de 216 mil litros para 90 mil litros.

    E mesmo com a adesão de apenas metade dos moradores, o gasto com água pode diminuir significativamente, gerando menos custos para o orçamento do condomínio e garantindo praticidade para o dia-a-dia dos moradores que optarem pelo sistema.

    E, além de facilitar a tarefa doméstica, as lavanderias coletivas se transformaram em verdadeiros espaços de convivência. Um local onde os vizinhos têm a oportunidade de se conhecer, jogar conversa fora e até trocar dicas de limpeza e conservação das roupas enquanto aguardam o processo de lavagem e secagem, a exemplo do que ocorre nas lavanderias americanas. Esse fato é tão representativo que os projetos de alguns empreendimentos mudaram o ar de serviço desses espaços para trazer ao ambiente um clima aconchegante.

    Como todo espaço coletivo, a administração da lavanderia comunitária fica a cargo do condomínio e, geralmente, é o síndico quem gerencia a venda de fichas para as máquinas de lavar. Os custos variam de acordo com o empreendimento, mas prédios novos chegam a debitar da conta de condomínio R$ 5 por lavagem.

    E a previsão na planta não é determinante para a presença ou não das lavanderias coletivas nos condomínios. Prédios mais antigos, que não contam com esta melhoria, podem montar uma lavanderia com o apoio de uma empresas especializada. Para tanto, basta ter espaço e um bom sistema de abastecimento e fornecimento de energia elétrica. As máquinas podem ser adquiridas, alugadas ou cedidas por determinado período e a fornecedora oferece ainda manutenção, assistência técnica e peças de reposição.

    Será que essa ideia funciona para a economia de água do seu condomínio? Vale levar o assunto para a pauta da próxima reunião!