O que um bom corretor de imóveis precisa saber?

    Engana-se o corretor de imóveis que acha que o cliente desconhece certas informações sobre o setor imobiliário. Muito pelo contrário!

    Chaves na MãoPor : Chaves na Mão4 anos atrás

    Engana-se o corretor que acha que o cliente desconhece certas informações sobre o setor imobiliário. Muito pelo contrário! É justamente devido ao alto valor de investimento, que os compradores procuram estar informados, tanto sobre o setor quanto dos concorrentes imobiliários, por isso, estão cada vez mais exigentes. E você, corretor, precisa estar atento para que a concorrência ou a falta de informação, não prejudique a sua negociação.

    Manter-se conectado, realizar cursos de aperfeiçoamento, estar informado e devidamente equipado, são fatores cruciais para a profissão de corretor de imóveis. Uma boa apresentação pessoal, também contribui. Você precisa passar um ar de confiança e estar sempre disposto, a qualquer momento, para atender as necessidades e dúvidas dos seus clientes. Lembre-se: ética é fator fundamental em qualquer profissão, principalmente nessa, que envolve a parte financeira do cliente.

    Portanto, para você conquistar sua posição no mercado imobiliário como corretor, é preciso estar atento para diversos fatores importantes que englobam a profissão. Como:

    Conhecimento amplo

    Não basta apenas pesquisar imóveis e oferecer ao cliente uma cartela de ofertas. Para defender as suas propostas, você precisa dominar assuntos que permeiam o setor e, principalmente, sobre cada imóvel, que envolve: localização, segurança, benefícios, malefícios (honestidade em primeiro lugar), perspectivas de investimentos futuros, sugestões para reformas (apenas se for preciso), entre outros pontos que cabe ao bom corretor observar.

    Formação

    Como em qualquer outra profissão, a especialização é importantíssima. A prática no dia a dia, o convívio com outros profissionais contribui para o aprendizado. Mas a teoria, também faz parte do currículo. O diferencial está em uma ampla visão de negócios, informações cruciais sobre o mercado imobiliário e as tendências do setor, entre outros fatores.

    Tecnologias

    As tecnologias existem para nos auxiliar e não para atrapalhar. Por isso, o uso de tablets, smartphones, câmeras, entre outros aplicativos, pode ajudar e muito na negociação do imóvel. Tanto para comunicação imediata com o cliente, como para ter sempre em mãos o seu catálogo de imagens e documentos.

    Relação com o clientes

    Qualquer quebra de confiança pode prejudicar a sua negociação. Por isso, ter uma boa relação com os seus clientes evita possíveis empecilhos ou estresse. É importante estar sempre à disposição, ter paciência para ouvir e auxiliar nas dúvidas – mesmo que você precise repetir a resposta inúmeras vezes.

    Confira em nosso site as melhores ofertas de imóveis à venda.