Conheça o bairro Ingleses em Florianópolis

    A “Ilha da Magia” é um dos melhores destinos turísticos do país, por esse motivo, vamos comentar mais detalhes sobre o ensolarado bairro Ingleses. Confira!

    Chaves na MãoPor : Chaves na Mão1 ano atrás

    A vida no litoral é uma aspiração para grande parte dos brasileiros. Com isso em mente, decidimos dar continuidade à série de artigos com os melhores bairros para se morar e elaboramos este post para falar um pouco mais sobre as principais curiosidades de um excelente bairro da cidade de Florianópolis.

    A chamada “Ilha da Magia” é contemplada como um dos melhores destinos turísticos do país, mas, para além disso, também encabeça o ranking de cidades com o melhor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal. Por esse motivo, vamos destacar, a seguir, mais detalhes sobre o ensolarado bairro Ingleses. Confira!

    O bairro Ingleses em Florianópolis

    Antes de esmiuçarmos a história e a infraestrutura do Ingleses, podemos resumi-lo a praias exuberantes, comércio diversificado, variedade gastronômica e uma versatilidade que garante badalação aos agitados e sossego aos moradores mais tranquilos.

    Essa é uma definição enxuta sobre o bairro, que está localizado na região norte da ilha catarinense. Mas tudo que é bom, merece uma descrição mais cautelosa, certo? Por isso, vamos embarcar um pouco mais nas características dessa bela região.

    História

    Infelizmente, os registros históricos do bairro são poucos. Apesar disso, temos a resposta para uma das suas principais curiosidades: o nome! A principal seção litorânea do bairro, a Praia dos Ingleses, recebeu essa alcunha devido a uma embarcação britânica que por ali naufragou.

    A data desse evento não pôde ser aferida com precisão, mas os historiadores estimam que isso tenha acontecido entre 1683 e 1737, por conta de alguns vasos cerâmicos encontrados no entorno do naufrágio, com marcações apontando o número 1683. A embarcação, por sua vez, foi descoberta somente em 1989.

    Localização

    Geograficamente, o bairro Ingleses se destaca por coroar o extremo norte da capital catarinense. A ilha tem um formato bastante vertical e, por essa razão, a região se revela como um recanto, sendo considerada uma das inúmeras belezas naturais de Florianópolis.

    Mas não faz sentindo falar de localização sem destacarmos acessibilidade, não é mesmo? Por isso, listamos algumas vias de acesso ao Ingleses. Para aqueles que vêm da região:

    • leste da ilha, pega-se a SC-406;
    • sul da ilha, pega-se a SC-405 e, então, a SC-406;
    • central da ilha, pega-se a Av. Beira Mar Norte e, então, a SC-401;
    • continental, pega-se a Ponte Pedro Ivo Campos, a Av. Beira Mar Norte e, então, a SC-401.

    Além disso, também aproveitamos para elencar a distância entre alguns dos principais pontos da capital e o bairro em questão:

    • UFSC: 29,2 km;
    • UDESC: 28,1 km;
    • Centro: 30,1 km;
    • Lagoa da Conceição: 30,8 km.

    Transporte

    Os habitantes da ilha contam com apenas uma alternativa de transporte público, realizada pelos ônibus da empresa Consórcio Fênix. Aqui, já vale ressaltar que Florianópolis está no topo do ranking de passagens mais caras no país, um “pódio” ingrato para aqueles que utilizam essa solução. 

    As linhas 210 TICAN – TICEN Direto e 233 TICAN – TITRI via UFSC, bastante movimentadas e com ponto de partida no Terminal de Integração de Canasvieiras (TICAN), por exemplo, cobram R$ 4,40 por passagem.

    Uma vez que, tanto a ilha quanto a região continental têm sofrido com a ausência de um planejamento que otimize a sua mobilidade urbana, o “boom” habitacional acaba ocasionando congestionamentos em todas as vias de acesso ao centro da capital. 

    Segurança

    Tratando-se de estatísticas, Florianópolis tende a apresentar quedas consecutivas nos indicadores criminais mas, infelizmente, o Ingleses sofre com uma vulnerabilidade em sua imagem imaculada. Apesar de ser uma região nobre, composta por mais de 25 mil habitantes de classe média e alta, o bairro pena com uma situação similar à que ocorre no contraste social da orla carioca.

    Os principais bairros do norte da ilha, Canavieiras e Ingleses, ambos nobres, são cercados por comunidades em situação de fragilidade socioeconômica. Essa combinação faz com que a ponta norte da capital contabilize 38,4% das mortes violentas em toda a cidade. 

    Apesar desse detalhe sombrio, vale ressaltar o esforço das organizações de policiamento de Santa Catarina para reverter esse cenário. Afinal de contas, o bairro continua sendo um dos prediletos dos turistas, que quase triplicam a população durante a alta temporada.

    Cultura

    Finalmente, chega o momento de elencar os destaques locais para os moradores do Ingleses. Tratando-se de cultura, nossas recomendações são:

    • o interessante Centro de Visitação do Projeto de Arqueologia Subaquática;
    • o belo Museu Arqueológico ao Ar Livre;
    • o curioso Museu das Oficinas Líticas.

    Lazer

    Como o Ingleses está situado na extremidade da ilha, inevitavelmente, as melhores soluções de lazer são aquelas que contemplam a beleza litorânea ao ar livre, como:

    • a impressionante Praia dos Ingleses;
    • a belíssima Praia do Moçambique;
    • a intensa Praia Brava.

    Vida noturna

    Com uma demografia bastante jovem e disposta, a vida noturna do norte da ilha é garantida com algumas alternativas populares entre os locais. As recomendações são:

    • a despojada Decck’s Beer Disco Pub;
    • o intenso Music Park;
    • a sofisticada Milk.

    Gastronomia

    Para os amantes da boa culinária, o bairro Ingleses certamente será uma seleção agradável. Para tanto, nossas sugestões são:

    • o mexicano El Zinga Taqueria Cocina;
    • o mediterrâneo Ristorante Lo Stivale;
    • o marítimo Boulevard Gourmet;
    • a italiana Pizzaria Elba D’Itália;
    • o japonês Koniko.

    Educação

    Para quem se muda em família, existe a preocupação recorrente da educação dos filhos. Aqui, vale dizer que o bairro Ingleses não sedia as escolas mais tradicionais da capital. Contudo, existe um grande número de colégios particulares e públicos bem conceituados por todo o bairro.

    Saúde

    Esse é outro critério essencial para a tranquilidade dos habitantes. Embora o bairro Ingleses não conte com nenhum hospital em seu território, existem algumas clínicas particulares e centros públicos de atendimento, mas é válido destacar que qualquer procedimento mais complexo exigirá o deslocamento para a região central da ilha.

    Economia

    Florianópolis, como um todo, gira em torno do turismo, dos serviços e da tecnologia. Distante dos polos computacionais, o motor econômico do Ingleses se foca apenas nas receitas geradas com o turismo e com a prestação de serviços, que tendem a “explodir” a cada alta temporada.

    Comércio

    Por fim, observamos que o Ingleses tem uma malha de comércio suficiente para atender às demandas do público residente e eventual, já que, mesmo durante o verão, o pequeno bairro consegue manter um bom fluxo de serviços, contando com um shopping principal e um grande número de lojas físicas.

    Sendo assim, concluímos que esse bairro aglomera e atende a todas as expectativas dos seus moradores, equilibrando os fatores econômicos, estudantis e habitacionais a ponto de alcançar uma qualidade de vida de ponta. 

    Agora que você está por dentro de tudo o que o bairro Ingleses pode oferecer, navegue em nosso portal e escolha do seu imóvel ideal nos Ingleses!

    Relacionadas

    Encontre o imóvel ideal para comprar ou alugar com várias ofertas.