Guia de Florianópolis: tudo o que você precisa saber antes de se mudar

    Afinal, nem sempre será possível conhecer presencialmente a cidade em que se deseja morar. Com isso, desenvolvemos com carinho este guia de Florianópolis..

    Chaves na MãoPor : Chaves na Mão1 ano atrás

    Para boa parte das pessoas, a vida reserva alguns momentos oportunos à reviravolta. Existem situações que proporcionam uma nova colocação profissional ou até mesmo cenários em que mudar-se é um anseio por transformação e movimento. Foi considerando essas circunstâncias que decidimos elaborar um guia sobre a belíssima capital catarinense, Florianópolis.

    Afinal, nem sempre será possível conhecer presencialmente as cidades em que se deseja morar. Com isso, muitas pessoas acabam sujeitas a desinformações, prejudicando sua noção sobre o destino em pauta. Por esse motivo, desenvolvemos com muito carinho este guia sobre a Ilha da Magia.

    Agora, você encontrará peculiaridades, curiosidades e panoramas de investimento para o futuro de Florianópolis, sendo este, portanto, um conteúdo feito sob medida aos futuros residentes da capital ensolarada. Acompanhe!

    Por que escolher Florianópolis?

    Tudo gira em torno de motivações, não é mesmo? Sendo assim, reunimos as principais razões para que qualquer pessoa possa escolher essa ilha como local de moradia e construção de vida.

    Isto posto, consideramos três justificativas fundamentais para a mudança para Florianópolis, em que destacamos os argumentos estatísticos, educacionais e qualitativos.

    Entenda!

    1. Estatística

    Primeiro, é importante reconhecer que Santa Catarina é um estado relativamente pequeno quando comparado às outras unidades federativas. O tamanho reduzido aliado ao pragmatismo de seus habitantes resulta em uma fórmula eficaz de gestão pública.

    Isso pôde ser testemunhado na mais recente edição do Ranking de Eficiência dos Estados, realizado pela Folha de São Paulo, em que SC lidera a lista com certa margem. Em segunda colocação está o rico, denso e gigantesco estado de São Paulo.

    Como em um efeito cascata, Florianópolis, enquanto capital catarinense, carrega consigo algumas peculiaridades positivas. A ilha coleciona bons Índices de Desenvolvimento Humano Municipal, detendo a terceira maior marca no IDHM em todo o país, com 0,847 segundo levantamento realizado em 2010.

    Além disso, a capital ainda consegue transmitir uma imagem internacional de polo tecnológico e jovem, em meio a uma natureza deslumbrante. Isso ocorre pela soma de alguns fatores, como a identidade de sua população, que concentra majoritariamente mulheres e homens de 20 a 34 anos.

    Já o rótulo de polo tecnológico advém das inúmeras tech companies instaladas na ilha, buscando unir a mão de obra qualificada e recém-formada nas universidades da região.

    Por fim, o rótulo ambiental é justificado pelo patrimônio inerente à localização, com uma infinidade de praias e reservas naturais.

    Mas existe outro fator que contribui para a saúde ecológica da ilha: os bons indicadores habitacionais de saneamento, que desde 2010 indicavam que 96,35% dos domicílios contavam com água encanada, 99,96% com disponibilização de energia elétrica e, por fim, 99,84% eram servidos com coleta de lixo.

    Educacional

    Nacionalmente, o ensino superior costuma encontrar qualificação nas instituições públicas, ainda que existam inúmeras instituições privadas de excelência por todo o país. Focando as públicas, a cidade catarinense reúne três instituições renomadas, duas do âmbito federal e uma estadual.

    As instituições coexistem na ilha e demais anexos continentais:

    • IFSC, o Instituto Federal de Santa Catarina, com 33.368 alunos;
    • UFSC, a Universidade Federal de Santa Catarina, com 45.006 alunos;
    • UDESC, a Universidade Estadual de Santa Catarina, com 12.370 alunos.

    Ambas as universidades contam com ampla gama de cursos de graduação, mestrado, doutorado e pós-doutorado, além de programas de assistência a jornadas de intercâmbio, mas a excelência educacional não se resume ao nível superior.

    Em fato, o ensino médio recebe grande prioridade dos investimentos da capital, proporcionando formação de altíssima qualidade teórica e técnica, paga ou gratuitamente. Exemplos de ensino básico — fundamental e médio — gratuitos e com alta distinção:

    • IFSC, oferecendo qualificação técnica simultânea à formação de nível médio;
    • CA-UFSC, o Colégio de Aplicação da Universidade Federal, que proporciona vagas tanto ao ensino fundamental quanto ao médio, garantindo excelente qualificação pré-vestibular;
    • outras inúmeras alternativas, entre colégios municipais, estaduais e militares.

    Já entre as particulares, há uma grande variedade. O Colégio Catarinense é a opção privada que carrega consigo o maior tradicionalismo. Para além dele, existem inúmeras alternativas, geralmente focadas no ingresso universitário, com ensino médio especializado na aprovação de vestibulares concorridos.

    Qualidade de vida

    Apesar de termos destacado o IDHM — que nada mais é do que uma mescla estatística da expectativa de vida, renda e educação —, a qualidade de vida “manezinha” merece uma seção à parte. Isso porque Florianópolis reúne muitas características que constroem um ambiente e uma aura alegres.

    O primeiro segredo da qualidade de vida está em seu clima agradável. A ilha conta com estações muito demarcadas. Os verões podem superar os 40º C, sem esboçar uma nuvem sequer, pintando uma paisagem pitoresca para curtir as infinitas praias.

    Em contrapartida, os invernos podem alcançar temperaturas negativas, com a ajuda do sopro das gélidas correntes marítimas. As primaveras florem a cidade inteira, que ganha tons coloridos pela grande área arborizada. Por fim, o outono é arejado e melancólico. Climaticamente, a cidade é completa.

    Isso interfere na qualidade de vida pela grande parcela ensolarada dos dias, fundamentais na manutenção de vitamina D dos indivíduos, que acabam sendo blindados de comportamentos depressivos.

    Outro fator positivo para os ânimos dos habitantes está em uma boa política de segurança pública, pois vêm-se registrando quedas consecutivas nos indicadores criminais nas duas principais cidades do estado, Florianópolis e Joinville.

    Outro fator determinante para a qualidade de vida está no custo habitacional, que é significativamente menor que o de outras capitais maiores, como Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo. Soma-se ao menor custo de vida o fato de que a ilha tem indicadores de segurança mais amistosos do que os observados nas capitais gaúcha, carioca e paulista.

    Como é a vida em Florianópolis?

    Em uma breve resposta: rica e diversa! Apesar de uma demografia pequena frente às outras capitais brasileiras, Floripa consegue oferecer uma vasta gama de opções em entretenimento, lazer, gastronomia, cultura, emprego, educação e saúde para os seus mais de 470 mil habitantes.

    Sendo assim, entendemos que existe uma Florianópolis ideal para cada tipo de pessoa. Daí a ideia de que é uma cidade tão versátil, conseguindo atender estudantes, profissionais, aposentados, crianças, adolescentes, adultos e idosos com facilidade. Confira agora os principais destaques da Ilha da Magia!

    Pontos turísticos

    Pode-se dizer que o maior patrimônio da ilha está em sua extensão e composição geográfica. São inúmeras as paisagens deslumbrantes, distribuídas pelas mais de 100 praias em seu território. Confira os principais pontos turísticos!

    Lagoa da Conceição

    Região que conta com uma grande lagoa interna e cristalina, emoldurada por uma enorme reserva florestal. A vista de acesso à Lagoa da Conceição é uma das imagens mais encantadoras de todos os destinos turísticos do país e, provavelmente, do mundo.

    Ilha do Campeche

    Uma ilha no Oceano Atlântico, ao leste da também paradisíaca Praia do Campeche. Remota e bela, com águas de azul cristalino que remetem ao litoral do Nordeste brasileiro.

    Ponte Hercílio Luz

    Cartão-postal florianopolitano. A ponte realizava a conexão da ilha à seção continental da cidade, mas foi desativada para reformas estruturais ainda em andamento.

    Praia da Joaquina

    Um dos destinos favoritos dos surfistas, assim como um lugar protagonista nos maiores campeonatos mundiais desse esporte. Situada ao sul da ilha, a praia oceânica reúne condições propícias aos esportes aquáticos.

    Jurerê Internacional

    Uma pequena região do bairro Jurerê, em sua versão mais nobre e badalada. Situa-se ao norte da ilha, motivando residentes, estrangeiros e turistas de todo o Brasil a participarem de seus eventos em casas noturnas de alta exclusividade.

    O rótulo “internacional” surgiu como finalidade imobiliária, já que esse bairro reúne as residências de veraneio de inúmeras celebridades do esporte e da arte, sejam nacionais ou internacionais.

    Vida noturna

    A boemia de Florianópolis está dividida em inúmeros segmentos da sociedade, transitando entre os bares universitários até as seletivas boates e cafés de Jurerê Internacional. Confira os principais destaques noturnos da ilha!

    John Bull

    Bar rock situado no coração da Lagoa da Conceição. Une todos os setores da sociedade, uma vez que reúne os melhores eventos do gênero, sejam em execuções originais, cover ou independente. Confira!

    Casa de Noca

    Outro bar amado pelos florianopolitanos. Entrega um estilo mais eclético que o John Bull, apresentando eventos musicais de reggae, MPB e afins com maior frequência. Com o mesmo grau de excelência, disputa atenção e público com o JB, pois a casa também está situada na Lagoa da Conceição. Conheça!

    P12

    Há quem diga que a P12 é um patrimônio exclusivo de Floripa, reunindo os melhores eventos de todo o país, independentemente do gênero musical. Trata-se de uma casa noturna tradicionalíssima na cena da ilha, localizada no miolo de Jurerê Internacional, proporcionando as festas mais alucinantes que o dinheiro possa pagar. Veja!

    Café de La Musique

    Também situado em Jurerê Internacional, o Café de La Musique rivaliza com a P12 com uma dose adicional de elegância, mas também oferecendo uma ampla gama de eventos com a mesma exclusividade proposta pelos demais estabelecimentos do seleto bairro. Olhe!

    Menções honrosas

    Mas é óbvio que um local tão belo e repleto de jovens e adultos com boa renda não se resumiria a apenas quatro boas opções. Sendo assim, reunimos duas seleções do TripAdvisor, contendo as 11 melhores casas noturnas e os 27 melhores bares e clubes em toda a ilha.

    Entretenimento

    Agora, vamos às opções mais conservadoras de lazer. Nesse aspecto, a ilha também consegue agradar a seus habitantes, pois conta com um número razoável de salas de cinema, todas equipadas com telas e som de altíssima qualidade. Mas vamos além das opções encontradas nos luxuosos shoppings da cidade, a exemplo do Iguatemi e do Beira-Mar.

    Projeto TAMAR

    O TAMAR é um projeto nacional com visibilidade mundial, um estandarte no trabalho de preservação da vida marinha. O parque tem outras versões pelo Brasil, mas poucas tão bem estruturadas como a unidade localizada na ilha, na Barra da Lagoa.

    Palácio Cruz e Souza

    Atualmente, sedia o Museu Histórico de Santa Catarina, reunindo peças fundamentais na remontagem da história da colonização do Sul do país. Para os aficionados pela nostalgia ou até mesmo para aqueles que se deslumbram com arquitetura de época, vale a visita!

    Teatros

    Teatro Ademir Rosa e Teatro Álvaro de Carvalho. Ambos reúnem apresentações prestigiadas de músicos nacionais, internacionais, orquestras, peças, stand-up comedies, entre outras opções do entretenimento teatral.

    O Ademir Rosa conta com instalações sofisticadas com o melhor que o conforto possa oferecer, sendo um projeto mais recente. Já o Álvaro de Carvalho é um patrimônio histórico e cultural, remontando à sua fundação ainda em 1857.

    O que considerar antes de se mudar para Florianópolis?

    Essa é uma pergunta tão importante quanto prudente. Afinal de contas, trata-se de uma cidade muito diversa em sua população e propósitos. Sendo assim, um dos aspectos mais fundamentais a se considerar são os bairros. Saiba mais!

    Os principais bairros universitários da ilha

    São as regiões que aninham as principais universidades do país e, consequentemente, boa parte de sua população estudantil. Em função da baixa criminalidade e alto nível de preservação do patrimônio público, esses bairros são considerados nobres, pela grande arborização, proximidade às universidades e enorme oferta de serviços em suas redondezas, a exemplo:

    • Centro, sedia o polo principal do IFSC;
    • Trindade, sedia o polo principal da UFSC;
    • Itacorubi, sedia o polo principal da UDESC.

    Os principais bairros turísticos da ilha

    São regiões nobres justamente pelo caráter paradisíaco de suas paisagens. Sendo distantes ou não do Centro, todos mantêm uma vasta cartela de comércios, aquecendo a economia e movimentando o poder de compra de todos os residentes. São eles:

    • Jurerê e Jurerê Internacional — regiões litorâneas ao norte, com vida noturna muito agitada;
    • Campeche — região ao sul da ilha, que divide sua paisagem entre um público jovem e atlético e os pescadores tradicionais;
    • Lagoa da Conceição — localizada ao leste e apenas acessada através do Itacorubi, a Lagoa reúne o maior número de opções de entretenimento, entregando boas opções de vida noturna até os esportes aquáticos radicais.

    As principais carreiras na ilha

    Antes de se mudar, também é fundamental considerar a sua colocação profissional. Todo o setor de tecnologia é bem-vindo, pois conta com uma demanda saudável por mão de obra constante e bem remunerada. Para além disso, Florianópolis conta com muitas instituições federais nos setores bancários, universitários e municipais, sendo berço, portanto, de muitos funcionários públicos.

    Qual é a perspectiva de futuro de Florianópolis?

    Instalar-se em Florianópolis com a certeza de evitar dores de cabeça passa pelos critérios acima. Deve-se considerar localização, profissão e, por fim, caso pretenda empreender, o posicionamento de mercado.

    Tratando-se do mercado imobiliário, todos os seis bairros listados acima garantem uma previsível rentabilidade futura, seja pela infindável chegada de novos universitários ou pela valorização inevitável de ambientes paradisíacos como os propostos pelos bairros nobres e turísticos da ilha.

    Por fim, considerando-se os empreendimentos, é fundamental conhecer o seu público e sua região de circulação.

    De toda maneira, uma fórmula certeira para Florianópolis está em focar os principais habitantes, mais festeiros e propensos a gastar em toda a ilha: os universitários, jovens e adultos. A população tem uma sede absoluta por novidades, que nem sempre chega rapidamente à imaculada cidade catarinense.

    Gostou desse megaguia de Florianópolis? Ficou interessado em iniciar o seu planejamento financeiro e migrar para a Ilha da Magia? Então não perca essa oportunidade e leia o artigo “Está de mudança? Entenda os cuidados ao comprar um imóvel“, agilizando a conquista do seu imóvel dos sonhos!