Bairro Jardim Botânico terá casa de passagem para índios

    No dia 5 de Janeiro órgãos governamentais acordaram a abertura de uma casa de passagem para índios em situação de rua em Curitiba.

    Chaves na MãoPor : Chaves na Mão5 anos atrás

    Jardim Botânico terá casa de passagem para índios

    No dia 5 de Janeiro desse ano, em reunião mediada pelo Ministério Público do Paraná, órgãos governamentais acordaram a abertura emergencial de uma casa de passagem para índios que se encontram em situação de rua em Curitiba.

    O imóvel será cedido pela Prefeitura de Curitiba e o serviço, coordenado pela Funai.

    O governo do Estado se responsabilizará pelo fornecimento de mobília, utensílios domésticos e manutenção predial.

    A unidade terá capacidade para abrigar de até 70 pessoas e funcionará nesses moldes durante dois meses, quando novas medidas deverão ser tomadas pelos órgãos envolvidos.

    A Prefeitura de Curitiba, por meio da Fundação de Ação Social (FAS), também fará a supervisão técnica do serviço e permanecerá fornecendo, no período, passagens de ônibus para os indígenas que desejarem retornar a seus municípios de origem.

    Temos a necessidade urgente de proteger principalmente crianças e adolescentes que estão em situação de rua ou trabalhando, o que não é permitido por lei”, afirmou a promotora Laís Letchacovski, da Promotoria de Justiça da Vara de Infância e Juventude de Curitiba, representando o Ministério Público.

    Durante a reunião, também foi acordada a criação de uma campanha de incentivo à fiscalização do trabalho infantil por qualquer cidadão e à compra responsável dos artesanatos indígenas.

    Pedimos à população que não dê esmola a criança nenhuma e que compre artesanato somente de adultos. Não podemos expor as crianças ao risco, à mendicância e ao trabalho infantil”, completou Marcia.

    A reunião teve, ainda, a presença de lideranças indígenas, que se incumbiram de fazer o trabalho de conscientização dos grupos de indígenas que estão instalados em diferentes pontos da cidade para que passem a utilizar as instalações da nova casa, que será aberta no espaço da unidade da FAS Amigo Curitibano na Praça Plínio Tourinho, no Jardim Botânico.

    Durante esse período de atendimento emergencial, os órgãos envolvidos estão comprometidos na busca de cessão de imóveis da União para a construção de uma casa de passagem permanente para essas famílias indígenas, levando todas as características culturais do povo indígena, afim de melhorar sua condição econômica durante sua permanência.

    Além disso, o governo do Estado buscará reduzir o movimento migratório descontrolado dessas famílias, junto aos municípios de origem dos mesmos, através da instalação de Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) indígenas nas aldeias de origem, propiciando meios de comercialização do artesanato indígena a partir das próprias aldeias, sem a necessidade de fluxo migratório.

    Quem quiser ajudar os indígenas que se encontram em situação de rua em Curitiba pode fazer doações por meio do Disque Solidariedade, ligando para a Central 156 ou diretamente na Coordenadoria Regional da Funai em Curitiba, que fica na Rua Desembargador Clotário Portugal, 222, São Francisco, ou adquirindo peças de artesanato, desde que das mãos de adultos.

    Confira em nosso site as melhores ofertas de imóveis Curitiba.