Como realizar um planejamento financeiro para comprar um imóvel?

    Apesar de ser difícil realizar o sonho da casa própria, com um bom planejamento financeiro para comprar um imóvel, não terá nenhum sofrimento excessivo.

    Chaves na MãoPor : Chaves na Mão4 meses atrás

    A compra de um apartamento ou uma casa é um marco na trajetória de vida de qualquer pessoa. Afinal de contas, é uma conquista para poucos e, em geral, representa a realização de um sonho.

    Comprar um imóvel, no entanto, não é uma tarefa simples. É preciso muita dedicação e planejamento, e é justamente sobre isso que vamos falar hoje neste post.

    Apesar de ser difícil realizar o sonho da casa própria, com um bom planejamento financeiro é possível comprar um imóvel sem ter nenhum sofrimento excessivo no futuro.

    Mesmo porque uma compra feita da maneira errada pode gerar um impacto negativo gigante, causando prejuízos para você e sua família.

    Para auxiliá-lo neste momento de estruturação para comprar um imóvel, nós separamos algumas dicas essenciais para um planejamento financeiro eficiente, que vai deixar sua casa própria ainda mais próxima da realidade.

    Confira!

    Organize suas finanças

    Se você já começou a fazer alguma pesquisa, deve ter percebido que comprar um imóvel não é um investimento barato. Por conta disso, o primeiro passo para realizar essa conquista é organizar as suas finanças.

    Isso quer dizer, de uma forma bem generalista, saber qual o seu orçamento mensal, controlar gastos em uma planilha e calcular mensalmente quanto sobra para direcionar a esta nova aquisição.

    É com base nesse controle que você conseguirá estabelecer qual a sua meta de valor a ser poupado todo mês para a compra.

    No entanto, se ao longo do processo você perceber que está muito difícil atingir a meta desejada, não se desespere. Pare e analise suas finanças novamente.

    Quem sabe seja possível cortar outros gastos para atingir a meta ou, eventualmente, até reduzir o objetivo desejado de poupança.

    Mantenha um planejamento para aplicar o que for poupado

    Quando o assunto é planejamento financeiro, existe uma regra básica: dinheiro parado é igual a prejuízo. Ou, no mínimo, a perda de uma oportunidade de valorização do patrimônio.

    Por isso, enquanto economiza mensalmente para comprar um imóvel, o ideal é que você invista esse valor em alguma aplicação financeira que possa gerar algum rendimento.

    O ideal é que sua aplicação seja feita em algum investimento mais seguro, como fundos de renda fixa ou tesouro direto.

    Com eles, é possível garantir rendimentos mais previsíveis e estáveis, com uma taxa de juros que proteja seu patrimônio da inflação, boa liquidez e prazos amigáveis.

    Esse esforço de investimento, se feito da forma correta, vai ajudar a reduzir o tempo necessário para você juntar o dinheiro suficiente para a aquisição do imóvel.

    Além disso, permite que você faça um planejamento muito mais assertivo para a conquista da sua casa própria.

    Tenha calma para não comprar por impulso

    Quando nasce a vontade de comprar um imóvel, é natural que surja também uma ansiedade motivada pelo desejo de chegar logo a essa conquista.

    No entanto, é muito importante ter cautela nessa hora para evitar que a compra seja feita por impulso.

    Por isso, nesse momento, o recomendado é pesquisar com calma, para que seja possível analisar todas as opções que surgirem.

    Dessa forma, fica muito mais fácil achar o imóvel que melhor se encaixa nas suas necessidades, tanto de funcionalidade e tamanho quanto de preço.

    O mercado imobiliário é bastante dinâmico. Sendo assim, é comum que surjam novas oportunidades com o passar do tempo.

    Por vezes, é melhor, inclusive, esperar mais e ficar no aluguel até que surja uma possibilidade melhor de compra e financiamento.

    Isso sem falar nos outros fatores que podem influenciar a compra e que, nem sempre, estão visíveis de imediato para o comprador.

    Entre os principais, podemos destacar a vizinhança, a necessidade de reformas, despesas grandes, problemas de localização, entre outros aspectos.

    Analise os preços de novos e usados

    Todo mundo que decide comprar um imóvel, inevitavelmente, vê-se diante de uma dúvida básica: novo ou usado?

    Para que seu planejamento financeiro seja eficiente, é fundamental avaliar com calma as diferenças existentes entre as opções novas e usadas que melhor atendam as suas necessidades.

    Imóveis usados, por óbvio, tendem a ser mais baratos que os novos. No entanto, não se engane, pois o custo que eles podem gerar para você não está restrito apenas ao valor da venda.

    Afinal de contas, imóveis mais antigos podem não estar nas condições perfeitas que você deseja.

    Se for optar pelo usado, pesquise bem como estão as instalações e verifique se uma reforma não será necessária. Neste caso, toda a economia do valor da compra irá por água abaixo.

    Caso a sua preferência seja pelo novo, não deixe de pesquisar o histórico da empresa, pois é isso que vai indicar se ela tem uma boa reputação quando o assunto é a entrega do imóvel.

    Preste atenção nas taxas e despesas extras

    Comprar um imóvel é um investimento alto, não só pelo valor efetivo da venda, mas também por conta das outras despesas que fazem parte do processo.

    São taxas de transferência, custos com emissão de documentos, encargos bancários e, claro, impostos sobre a compra.

    Isso sem falar nos custos que vêm depois da compra, como condomínio, IPTU, seguro, manutenção, entre outros.

    Na hora de planejar-se, portanto, não deixe de pensar também nestes custos e se prepare para eles.

    Comprar um imóvel sem as condições de sustentá-lo é uma decisão que pode destruir de forma decisiva sua situação financeira.

    Tenha clareza com relação às suas prioridades

    Toda compra de um imóvel nasce carregada de expectativas dos compradores. É claro que, dificilmente, qualquer casa ou apartamento poderá cumprir todos esses seus requisitos.

    Por este motivo, é fundamental que você compreenda suas prioridades com clareza antes de comprar um imóvel.

    Para alguns, é mais importante morar perto do trabalho. Para outros, a distância não importa, desde que haja qualidade de vida.

    Enquanto há pessoas que preferem os cômodos espaçosos de uma casa, outras só querem um espaço funcional, com toda a praticidade que um apartamento proporciona.

    Estes foram apenas alguns exemplos que deixam claro como é importante compreender as razões que motivam sua mudança e tratá-las como prioridade.

    Só assim será possível encontrar o imóvel mais próximo do ideal para o que você e sua família buscam.

    Agora confira em nosso infográfico os 3 erros pra não cometer na compra do seu imóvel

    As dicas que reunimos aqui são o resultado de anos de experiência auxiliando compradores na busca pela realização do sonho da casa própria.

    Nós sabemos que comprar um imóvel não é uma jornada simples. Por isso, fazemos questão de dividir nosso conhecimento.

    Então, aproveite a visita ao nosso blog e saiba como financiar um imóvel em 6 passos.

    Encontre o imóvel ideal para comprar ou alugar com várias ofertas.