Vida em condomínio Descubra se viver em condomínio é o melhor para você e sua família.

4 Morar em condomínio tem suas vantagens: acesso a bens comuns como salão de festas, piscina, academia e garagem. Mas exige dos moradores o respeito às regras e o conhecimento dos seus direitos. Antes de escolher morar em um condomínio, verifique se favorece seu estilo de vida!

O condomínio

Segundo a legislação brasileira, o condomínio acontece quando há o domínio de várias pessoas sobre um bem. Os condomínios para morar são uma formação em que pessoas desfrutam de áreas em comum do imóvel, como elevadores, garagem, jardim e salão de festas.

A lei prevê o condomínio vertical, formado por diversos apartamentos em um edifício, e o horizontal, bastante popular hoje no país. Pela lei, um condomínio não precisa ser formado por residências - as lojas de um shopping também formam um condomínio.

Tecnicamente, o condomínio oferece um sistema de compartilhamento de benefícios que, se forem buscados sozinhos, sairiam mais caro para cada morador. Quanto sairia a mais o aluguel ou a compra de um imóvel com piscina, salão de festas e uma academia pronta? Quanto sairia a mais na sua despesa mensal portaria 24h, serviços de limpeza pesada e jardinagem? Quando se vive em condomínio, é possível usufruir de tudo isso pagando uma parcela mensal.

Regras do condomínio

Uma vez estabelecido o condomínio, são criadas regras para determinar direitos e deveres dos moradores. Cada condomínio tem suas particularidades, mas as regras costumam determinar:

  • Horários de mudança

    Em condomínios menores, os horários de mudança costumam ser mais flexíveis. Agora, em grandes condomínios, aonde praticamente há uma mudança acontecendo toda semana, os horários são mais delimitados. Isso é necessário porque a mudança costuma ocupar um ou mais elevadores, obstruir grandes espaços na rua, na entrada do condomínio ou na garagem, e causar transtorno para os outros moradores.

  • Regras de silêncio

    Dependendo do estilo de vida da maior parte dos moradores, você poderá encontrar condomínios com regras mais restritas para o silêncio. A maioria deles exige silêncio a partir das 8h da manhã até 22h, podendo gerar multas para quem infringir a lei!

  • Diretrizes sobre o uso das áreas compartilhadas

    Como regular um salão de festas para centenas de moradores? As regras do condomínio também regem o uso dos espaços comuns. Listas de reserva, regras de limpeza e instruções sobre itens danificados são definidos pelo condomínio.

Regras do condomínio

O síndico é um morador eleito em conselho para representar o condomínio e seus moradores. É ele que responde pelos contratos de manutenção e decisões sobre a administração do condomínio.

A lei prevê a possibilidade de contratar um síndico profissional, profissão regulamentada para gerenciar o condomínio. Esse profissional recebe treinamento e sua remuneração é proporcional à quantidade de apartamentos ou residências no condomínio. É comum contratar um síndico profissional quando o condomínio é muito complexo e exige muita dedicação.

Verifique se o estilo do condomínio agrada a você e sua família

Viver em condomínio também envolve um comprometimento social. Pense que a sua rotina irá se misturar, ao longo do dia, com a rotina dos seus vizinhos: entrar e sair de casa, utilizar a academia ou o salão de festas. Se a vida de vocês for completamente diferente, pode trazer alguns desconfortos.

Se você está planejando ter filhos, por exemplo, escolher um condomínio cheio de estudantes ou casais solteiros que darão festas todos os finais de semana, pode ser um grande transtorno no futuro! Por outro lado, se você for jovem e solteiro, viver em um condomínio de aposentados pode ser um pouco solitário do ponto de vista social.

Estilo do condomínio

Portanto, antes de escolher um condomínio, converse com seus possíveis vizinhos. Apresente-se como um futuro morador e pergunte como é o “estilo" do condomínio. Como são as pessoas, as rotinas, se é tranquilo ou é movimentado, se tem muito movimento de carro, essas coisas. Informe-se bem, pois é uma decisão difícil de voltar atrás!

Além disso você conhecerá melhor seus futuros vizinhos, e entenderá melhor as vantagens e desvantagens de morar no condomínio que você está avaliando!

Com portaria ou sem portaria?

A portaria de um condomínio pode ser 24h, funcionar em horário comercial ou até mesmo não existir. Quais as implicações disso?

Porteiro

Portaria 24h significa uma segurança extra para os moradores. Você tem a garantia de que, a todo momento, tem alguém vigiando a entrada, atento para qualquer movimentação.

O porteiro sabe de tudo - quem entrou e quem saiu, quem veio procurar quem, e inclusive algum acontecimento importante na rua ou bairro que possa ser do seu interesse. Como saber que a companhia de energia elétrica está fazendo manutenção na rua, se você passa o dia todo no trabalho? Pergunte ao porteiro!

Uma outra vantagem da portaria é ter alguém para receber suas encomendas dos Correios e das compras que faz pela internet. Basta autorizar o porteiro a receber suas entregas, e nunca mais terá que ligar para a transportadora e combinar um novo horário para receber seus produtos.

Como é calculada a taxa condominial?

O valor do condomínio, cobrado mês a mês dos moradores, é composto por custos fixos (pessoal e manutenção), custos variáveis (reparos) e extraordinários (obras e reformas).

Taxa de condomínio

Quanto mais serviços o imóvel oferecer, maior será o custo de manutenção e de pessoal, encarecendo o condomínio. O tamanho das áreas de lazer impactam também nas despesas de água e luz para realizar sua manutenção.

Conheça a composição geral do valor do condomínio:

  • Pessoal

    Salários do quadro de funcionários.

  • Encargos e benefícios

    INSS, FGTS, vale alimentação e décimo terceiro.

  • Água e energia elétrica
  • Manutenção e conservação

    Despesas para manter elevadores, piscinas, área comum, limpeza de caixas d`água e revisão de para-raios.

  • Material de construção

    Constantemente utilizados para realizar reparos e manutenções.

  • Administração

    Despesas bancárias, remuneração da administradora do condomínio e isenção do síndico.

  • Gerais

    Cartório, correio e materiais de limpeza.

  • Eventuais

    Consertos, reformas e obras.

As facilidades dos clubes de morar

Avaliar as opções de facilidades e áreas comuns disponíveis é o último aspecto para ajudar a decidir se a vida em condomínio é ideal para você e sua família.

Atualmente as construtoras estão investindo muito em clubes de morar, especialmente em metrópoles e grandes cidades. A aposta está em criar espaços que aliem segurança, lazer e qualidade de vida.

Porém, quanto mais serviços e facilidades tiver o condomínio, maiores serão os custos para sua manutenção. Isso se intensifica com serviços que exigem manutenção especializada, como piscinas, saunas, espaços de beleza e academias.

Antes de fechar negócio, verifique:

  • Você e sua família irão realmente usar o serviço?

    É muito fácil tomar a decisão no impulso e achar que você e seu parceiro farão aulas de pilates e sauna três vezes por semana só porque viram no anúncio da construtora, não é? Se utilizar o serviço não é um hábito da família, dificilmente será na casa nova. Procure serviços que estejam alinhados com o dia a dia de vocês. E não se esqueça: independentemente de usar ou não a área de lazer, no condomínio você paga do mesmo jeito.

  • Há na região serviços semelhantes? É mais barato?

    A ideia dos serviços dentro do condomínio é que, além de ficar mais seguro (seus filhos não precisarão jogar bola na rua, por exemplo), tudo fique mais barato do que se fizesse lá fora, pois o custo é rateado por todos os moradores. No entanto, faça uma pesquisa na região… Às vezes você está num bairro muito bem servido desse tipo de serviço, e tê-los no condomínio sairá mais caro do que fazer por fora.

  • Você está considerando os custos associados aos serviços?

    Ao se inscrever em uma academia, há o preço de matrícula. Para ir à natação, você precisará dirigir até o clube, e fazer um lanche logo depois… Tudo isso encarece a atividade ou hobby. Por isso, na hora de comparar se é vantajoso fazer o serviço no bairro ou no condomínio, leve esses custos extras em consideração!

Conheça alguns serviços que costumam ser oferecidos nos condomínios modernos:

  • Salão de festa

    com churrasqueira, freezer, geladeira, pia, sistema de som e acomodações.

  • Espaço gourmet

    com cozinha profissional, louças e utensílios de alto padrão.

  • Academia de ginástica

    equipada com esteiras, halteres e equipamentos de musculação.

  • Piscina

    fria ou aquecida, com vestiário.

  • Spa

    ou salão de beleza, para massagens, cortes de cabelo, maquiagem e sessões de relaxamento.

  • Quadras poliesportivas

    cobertas ou não, preparadas para a prática de futebol, vôlei, basquete, tênis e outros esportes com bola.

  • Escritório

    ou coworking, que disponibiliza internet wireless, mesas e cadeiras para trabalho e espaços para reuniões.

  • Salas de jogos

    com mesas de sinuca, ping pong, jogos com baralho e tabuleiros, além de brinquedos para crianças.