O que é uma cisterna?

    Quando a escassez das chuvas passa a fazer parte do noticiário, sabemos que devemos nos preparar para falta de água. Aprenda como fazer uma cisterna.

    Chaves na MãoPor : Chaves na Mão5 anos atrás

    Cisterna

    Quando a escassez das chuvas deixa de ser apenas uma conversa para quebrar o gelo em elevadores e salas de espera e passa a fazer parte do noticiário, sabemos que devemos nos preparar para falta de água: reservatórios em níveis abaixo do esperado para a época, produção comprometida nas hidrelétricas, racionamento de água, entre outros temas relacionados à crise.  Todos eles impactando diretamente na forma com que lidamos com esse item essencial à nossa sobrevivência: a água.

    E é a partir de então que devemos adotar uma nova postura com relação ao uso da água, para que atividades rotineiras como lavar o carro e a calçada, regar as plantas do jardim e lavar a louça, por exemplo, demandem a menor quantia possível de água. E em meio à essa necessidade de uso racional da água, ter uma cisterna torna-se uma solução fundamental.

    Cisternas ou reservatórios de armazenamento são o principal elemento de um projeto de aproveitamento de águas pluviais, e podem variar em volume e material de que são feitas, podendo ser construídas em alvenaria ou adquiridas no mercado em material pré-fabricado como plástico, fibra de vidro, etc.

    As cisternas em alvenaria devem seguir orientações de um projeto executivo e, sejam de alvenaria mista, ou de concreto armado, seus dimensionamentos devem seguir as orientações do projeto de aproveitamento de águas pluviais e devem contemplar ainda as entradas e saídas para os tubos e uma escotilha de acesso para manutenção e limpeza.

    Já as cisternas pré-fabricadas devem, além de possuir os pontos determinados para as conexões hidráulicas e acesso ao seu interior, permitir que sejam enterradas sem a necessidade de obras de contenção, pois estas agregam ao projeto custos desnecessários, o material de que são fabricadas deve garantir a qualidade da água armazenada por longos períodos de tempo.

    As cisternas são reservatórios de água que normalmente ficam enterrados para evitar exposição à luz e proliferação de algas, além de manter a água a uma temperatura mais baixa. A origem da água pode ser da chuva (sistema de aproveitamento de água da chuva) ou de outras fontes como carros pipa, por exemplo.

    Aplicações da água da cisterna oriundas de água de chuva:

    •  Descargas de vasos sanitários;

    •  Irrigação de horta;

    •  Lavagem de pisos;

    •  Rega de jardim;

    •  Sistemas de refrigeração;

    •  Combate a incêndio;

    A água que é coletada pelas calhas é levada a um filtro, que eliminará mecanicamente impurezas (folhas de árvores, por exemplo). Um freio d`água impede que a entrada de água na cisterna agite seu conteúdo e suspenda partículas sólidas depositadas no fundo. O excedente de água flui por um ladrão para as galerias de águas pluviais. Uma bomba retira a água para seu uso.

    Tome a iniciativa agora e esteja preparado para outras estiagens. E que venha a Chuva!

    Fonte: EcoCasa

    Confira em nosso site as melhores ofertas de imóveis à venda.